Animais

Quanto custa manter um cavalo

Gastos para manter um cavalo
Descubra o que é necessário para manter um cavalo

Um cavalo é um lindo e imponente animal. Porém para mantê-lo com todos os cuidados necessários é preciso investir muito dinheiro e tempo. Ele é um animal que está inserido na cultura country desde o início. O equino faz parte do dia a dia como meio de transporte, concorrente em esportes e, em muitos casos, até mesmo como amigo. Por isso mesmo, merece tanta atenção.

Dica: confira a lista de livros sobre cavalos que selecionamos para você. A seleção só comprova o amor do homem pelo equino.

Um cardápio com uma alimentação balanceada, uma baia com clima, espaço e acessórios adequados, a prática regular de exercícios e o essencial acompanhamento do veterinário são apenas alguns dos cuidados básicos que um dono deve ter com o seu cavalo. Toda essa atenção não é demais, é apenas o mínimo necessário que irá proporcionar saúde mental e física para que o seu cavalo ou égua tenha bem-estar.

Só com esses pontos que levantamos já dá para perceber que será preciso gastar muito dinheiro para manter seu cavalo bem, não é mesmo? Mas fiquem tranquilos, pois todo esse investimento vale a pena.

Hoje vamos mostrar quais são os cuidados e acessórios essenciais para manter um cavalo com saúde. Acompanhe!

Acessórios para o haras e para o dia a dia do cavalo

 É importante que o cavalo tenha acesso à água e a pastagem sempre que precisar. Além disso, é essencial manter uma rotina de cuidados com o animal. Confira os pontos mais importantes:

  • O primeiro passo é se lembrar de dar banho nos animais regularmente e, principalmente, após os exercícios físicos. Além de evitar um cheiro ruim, é como se fosse um calmante para o bicho. E para isso, use sabão de coco, shampoo e condicionador e outros produtos feitos especialmente para esse tipo de animal.
  • Escovar o pelo do cavalo todos os dias é importantíssimo. E, é claro, use escovas especiais de equinos para isso.
  • Ter uma sela em bom estado: esse item serve como uma proteção para o cavalo e para o homem. Conheça os tipos de sela para cavalos.
  • Raspadeira: é um item usado para tirar o excesso de pelos dos animais.
  • Raspador: um objeto que também ajuda a retirar quantidade exagerada de pelos deles.
  • Bálsamo: esse produto é ideal para irritações cutâneas.
  • Ferradura: essencial para a proteção da pata do cavalo e melhor desempenho nas atividades diárias. Saiba mais sobre usos e cuidados da ferradura.

Antes de sair por aí comprando todos os produtos de cavalo, confira com o seu veterinário qual são os ideais para o seu tipo de equino.

Além disso, existem alguns produtos que são ótimos para ter no haras e manter o bem-estar do animal. Saiba quais são alguns deles:

  • Bola: para que ele brinque, distraia-se e diminua o stress.
  • Luva de massagem: outra forma de acalmar o animal ou evitar crises de stress.
  • Capa térmica: para aumentar o conforto térmico do animal.
  • Manta: outra forma de manter o animal confortável.
  • Limpador de casco e ranilha para cavalo: essencial para higienização dos cascos.
  • Elástico: esse item é bom, pois ajuda a fazer tranças em crinas e rabos de cavalo.
  • Protetor de rabo de cavalo: ótimo para proteger essa parte do corpo do equino. O item pode ser usado durante longas viagens ou quando ele é transportado de um local para o outro.

Novamente, antes de comprar qualquer um desses produtos, é bom se lembrar de conversar com o veterinário antes. Comprar uma capa térmica, por exemplo, pode não ser tão fácil como parece. Além de verificar o tamanho adequado é preciso conferir se o equino pode ter ou desenvolver algum tipo de alergia com o tecido escolhido.

Outros produtos que podem ser úteis para equipar o local em que o cavalo fica são: kit espanta rato e morcego, forja (para o ferreiro), pegador de ração e rede para feno.

O que considerar para a manutenção em baias de cavalos

Para a construção de uma baia perfeita para o animal é preciso levar em conta:

  • Tamanho: o animal não pode ficar muito apertado, deve ter conforto suficiente e ainda deve ter espaço para o cocho (espaço da alimentação). A baia deve ter 16 metros² de área total.
  • Cocho: o alimento do animal deve ser arrumado com cuidado a, aproximadamente, 30 a 60 centímetros do chão e profundidade de 20 centímetros.
  • Piso: escolha esse item com cuidado, pois ele deve ser agradável para o cavalo, pois ajuda a diminuir a tensão nos pés e tendões. Além disso, deve reter odores e ser antiderrapante.
  • Ventilação: se adequada, o clima do local não pode ser muito úmido ou muito seco. Considere instalar um exaustor.
  • Limpeza: higienização do piso e do cocho deve ser feita diariamente.
  • Porta diferente: deve ter duas divisões. Assim, o cavalo pode ver outros animais sem colocar o corpo todo para fora.

One Comment

  • Guilherme Antonucci

    Informações interessantes para iniciantes como eu, porém faltou uma média de custo, algo mais objetivo quanto custaria tudo isso?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *